O pai de Amber Portwood, Shawn Portwood, faleceu na terça-feira

Amber Portwood com o pai Shawn Portwood Sr e sua mãe em 2014

Notícias tristes para a família Portwood. The Daily Mail confirmou que o pai de Amber Portwood, Shawn, faleceu.



Depois de ser colocado em coma induzido na semana passada, Amber começou a pedir orações publicamente para o pai dela. Shawn Portwood foi levado a um hospital emOrlandoapós complicações que fizeram seu fígado falhar.

Infelizmente, a intervenção médica não foi suficiente para salvar sua vida. O irmão de Amber, Shawn Jr., disse: 'Meu pai faleceu ontem à noite. Ele tinha 50 anos. Ele foi colocado em coma induzido na sexta-feira após uma cirurgia no fígado no Orlando Regional Medical Center. Estamos fazendo preparativos para o enterro agora.

Amber Portwood

Shawn Jr. contou o momento doloroso em que contou à irmã sobre a notícia do falecimento do pai. 'Quando liguei para Amber para contar a ela, ela não disse muita coisa', disse ele. 'Ela estava muito ocupada chorando. Ele está doente há um tempo, mas não há como se preparar para isso. '

Nós podemos apenas imaginar o quão difícil isso deve ser para Amber devido ao seu relacionamento próximo. Shawn Jr. falou sobre a importância que o pai de Amber teve em sua vida.

Meu pai era a pessoa mais importante na minha vida e na de Amber. Ele era uma pessoa muito obstinada e, embora tenha lutado contra a doença por muito tempo, nunca desistiu. (…) Sei que ele ajudou Amber porque deu forças para ela melhorar. Ele é a razão pela qual ela foi capaz de mudar sua vida. Ele abriu o precedente para o que ela precisava fazer para melhorar. O que Amber foi capaz de realizar ao colocar sua vida de volta nos trilhos teve muito a ver com nosso pai. Sei com certeza que ele sempre teve orgulho do que conquistamos. Eu e Amber. Ele estava orgulhoso por ela ter conseguido superar aqueles tempos difíceis.

Shawn_Portwood_father_and_son_

No final do dia, Shawn Jr. deseja que seu pai seja lembrado de maneira positiva.

Ele não desistiu da vida. Ele não desistiu de sua família. Ele não queria desistir. Gosto de pensar que ele foi capaz de ver meu filho, Eli, pela última vez antes de morrer. Ele viveu a dor por muitos anos, mas isso não o impediu de agüentar até o fim. (…) Ele foi um grande homem e merece ser lembrado da melhor maneira. Ele era o nosso coração e a nossa alma e faz falta profundamente a todos que o conheceram. Nunca pensei que fosse capaz de me sentir como agora depois de perder meu pai e um milhão de lágrimas não vão tirar essa dor de mim, Amber e do resto de sua família. (…) Quero que ele seja lembrado por seu amor a Deus, aos filhos, à família e principalmente aos netos, dos quais ele falava constantemente.

Nossos pensamentos estão com a família Portwood neste momento devastador.